O processo de largar o emprego para trabalhar no que gosta

largar-o-emprego-e-fazer-o-oque-gosta-alexandra-oliveira

Se a cada domingo seu mundo parece explodir porque segunda-feira é dia de trabalho, está na hora de um plano B. E se você já pensa sobre o assunto, ótimo. Agora seguem as opções que em determinado momento teremos que encarar: um novo emprego, um negócio próprio ou continuar na mesma (não recomendável).

O caminho a ser percorrido depois que se decide mudar de vida profissional é cheio de dúvidas, e realmente não é necessário largar o emprego de uma hora para outra, afinal dinheiro não nasce em árvore. É nessa fase que se inicia a dupla jornada. Uma de 8 horas de trabalho na empresa e outra no projeto EU, nas horas vagas.

Uma dica: prepare uma caneca de chá ou abra uma cervejinha e passe um tempo pensando e listando seus objetivos, mas sem relacioná-los ao seu emprego atual. Use termos positivos e que gerem alguma ação.

Ao invés de escrever “ganho muito pouco nessa empresa dos infernos; não quero mais trabalhar para os outros; bando de capitalistas ladrões; a empresa fica muito longe de casa; não tenho tempo para meus filhos; meu chefe é um imbecil”, escreva “quero ganhar x por mês ou por ano; quero ir para o trabalho de bicicleta; quero trabalhar em casa; quero almoçar com meus filhos todos os dias; quero viajar; quero horário flexível; quero vender velas aromáticas online; quero que meu trabalho ajude o mundo”.

tudo-bem-largar-o-emprego-para-fazer-o-que-ama-alexandra-oliveira

Quanto mais específico melhor, mas se ainda não chegou a um super nível de detalhamento em suas ideias, sem problemas. Mantenha essa listinha em algum local visível, rabisque com frequência e converse com outras pessoas sobre ela, afinal, você não é o único (não mesmo) passando por esse processo.

No exato momento em que você descobrir o que quer e como irá trabalhar no que gosta, vai chegar também a hora das incertezas, pois a verba pode ficar mais curta, a empresa própria pode não dar certo, os familiares e amigos próximos podem não dar todo o apoio que você espera por se preocuparem demais e sua consciência começa a te falar para voltar para a vidinha chata porém “segura”.

Nota: a gente adora se sabotar, mas se você acredita que a vida é muito curta para não ser vivida, continue a leitura, por gentileza.

Alguns links podem te ajudar a se preparar para uma vida empreendedora ou quem sabe para um emprego que tenha mais a ver com você.

o-emprego-dos-sonhos-da-certo-alexandra-oliveira

SEBRAE

Se você quer empreender e já tem uma ideia de negócio, o SEBRAE é seu amigo. No site você encontra um modelo de plano de negócios gratuito, que não precisa seguir à risca, mas com certeza esse documento lhe ajudará a se organizar.

99JOBS

O 99jobs é uma startup que ajuda as pessoas a conseguirem o emprego que as fará feliz. Você pode fazer os testes vocacionais que eles oferecem, assistir aos vídeos de coaching profissional e acompanhar histórias de pessoas como você na WebSérie que eles prepararam.

NÔMADES DIGITAIS

O Blog Nômades Digitais fala sobre quem quer uma carreira sem as amarras do local físico. Indico a leitura para as pessoas que querem trabalhar e viajar ao mesmo tempo ou mudar para a cidade dos seus sonhos utilizando a internet como forma de fazer seu dinheiro e ser mais independente. Os Nômades Digitais também têm muitos textos interessantes sobre pessoas com filhos que levam esse estilo de vida (a preocupação de muitos). Leia este aqui se for esse o seu caso.

E você? Gosta do que faz? Trabalha feliz? Se importa se hoje é domingo ou quinta-feira? Já deu ou está pensando em dar essa reciclada na vida profissional? Conta pra gente! Também me ajudará muito se quiser comentar ou mandar uma mensagem falando se esse texto lhe foi útil de alguma forma.

Por @alexandraoliver


Revisado por @nalbalustro |  http://nadinealbalustro.com/

Alexandra Oliveira

Marketeira Digital especializada em Mídia. Professora da Pós-Gradução em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais do Senac. De Curitiba, mas morando na ilha de Floripa porque a vida é melhor na praia! Acredito que produtos e serviços precisam trazer algo de valor para a comunidade e é por isso que hoje foco em ajudar pequenos empresários.

marketing-minds-evento-gratuito-PME-alexandra-oliveira
tablet-segunda-tela-duet-display-alexandra-oliveira

2 Comments

  1. Adorei Ale! Texto super bem escrito e inspirador… Tô bem nesse processo.. Até porque a vida “segura” não tem NADA de segurança! Beijos

    • Sim Flá! Sempre pensei muito nisso, pois somos criados achando que o bonito é ter emprego fixo e seguro como no século passado, aprendemos que empreender é “arriscado” e trabalhar em casa é para vagabundo. Mas como hoje em dia não existe mais o “seguro” só falta mesmo é as nossas cabeças mudarem a noção do que é “bonito” kkk.

Deixe uma resposta